agosto 23, 2008

Pão de Ricota

Às vezes, planejo fazer coisas e até que elas se concretizem demora um pouco. Preciso de inspiração, de uma lambada de sonho ou de vontade de colocar em prática aquilo que só está em livro. Livro de receitas, claro! Um dia desses , nem sei quando, fiz um pão de ricota que planejava executar já há muito tempo. Adoro pães e minha paixão em fazê-los se traduz aqui. Várias vezes abri a receita, vi a foto, li e reli. Até que veio a real vontade de superar tudo e fiz. Algumas alterações foram feitas pois uso fermento instântaneo seco, mas o resultado... Macio, branquinho, desculpem, amarelinho! Ovo caipira em lugar do de granja.

A massa desmancha na mão e o cheiro de trigo durante a sova é sutil e prazeroso. Sem falar que fazer pão é como fazer mágica! Sovar, deixar crescer, sovar, modelar, crescer novamente e assar... Só mesmo fazendo para sentir. Agora, tem alguma coisa melhor que cheirinho de pão logo depois de assado? Eu mesma respondo: tem, comer acompanhdo com geléia, requeijão ou fazer torradas e salpicar parmesão e um pouquinho de sua erva preferida...
Hummmmmmmmmm!

A receita foi retirada da coleção "A Grande Cozinha" da Editora Abril Coleções, fascículo 18 - Pães e Cia, sem as alterações que fiz pois são poucas as pessoas que fazem uso do fermento instântaneo seco.

Pão de Ricota


Ingredientes:
- 500 g de farinha de trigo
-150 g de ricota fresca
-50 g de fermento fresco
-30 g de manteiga
-1 ovo
-1 gema
-220 ml de leite
-2 colheres de sopa de açúcar
-12 g de sal

Modo de fazer:
Passe a ricota por uma peneira e coloque-a em uma tigela grande com a farinha, a manteiga amolecida, o ovo e o açúcar.
Amorne o leite, dissolva nele o fermento e junte-o aos demais ingredientes. Comece a misturar e, depois de alguns minutos, acrescente sal.
Depois de 10 minutos sovando, divida a massa em 3 partes e forme com cada uma delas pães de formato oval ou redondo.
Disponha-os bem distantes um do outro sovre uma assadeira forrada com papel-manteiga. Cubra-os com um pano umedecido e deixe crescer por 2 horas em local quente, até dobrarem de tamanho.
Bata a gema junto com 1 colher de sopa de água, *pincele com ela a superfície dos pães e asse-os em forno preaquecido a 170°C por 30 a 40 minutos, até que a supefície esteja bem dourada.
* Apesar de ter feito como a receita pede, particularmente, prefiro pincelar apenas com manteiga já no final do tempo de cozimento.

5 comentários:

  1. bom apetite pra todos!!!Vou experimentar essa receita!!!Seu blog é plácido...

    ResponderExcluir
  2. Ô Fernanda! Eu me chamo Norma e sou aqui de Minas.Sou novinha aqui(risos)e achei o seu diário culinário por acaso. O nome é lindo!!! Muito leve! Parabéns, viu?!Um abraçinho de Minas pro cê!

    ResponderExcluir
  3. Ô Fernanda,Esqueci de te falar! O seu endereço do variedade de mim não está entrando aqui, consegui postar através daquele site de pinturas da fábrica!Veja isso.
    Um abraçinho de Minas, procÊ!!!Norma

    ResponderExcluir
  4. Sandra Meliza28/8/08 18:24

    Seu blog é levíssimo como parece ser você(risos)(muitos risos)Abriu o meu apetite ...HUMMMM! SUCESSO PRA VOCÊ, volte e meia dou uma passadinha aqui!!beijim! Sandra Meliza( amiga da Norma)

    ResponderExcluir
  5. Agradeço à Sandra e ao Marcos pelos comentários.
    Marcos espero que goste dos pães!!!
    Obrigada e vamos fazer delícias!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário. Isso me incentiva muito.